terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Venha Desfilar no Bloco Carnavalesco Lírico Com Você no Coração


Confira o resultado do concurso de Agremiações 2018

O Pátio de São Pedro foi o Quartel General das agremiações que concorreram no Carnaval 2018. No total, 225 agremiações participaram das disputas em 11 modalidades no Concurso de Agremiações do Recife. São Troças Carnavalescas, Clubes de Frevo, Clubes de Boneco, Blocos de Pau e Corda, Maracatus de Baque Solto, Maracatus de Baque Virado, Caboclinhos, Tribos de Índios, Bois de Carnaval, Ursos (La Ursa) e Escolas de Samba.
Este é o concurso que oferece a maior premiação entre as competições carnavalescas. A soma dos prêmios chega ao valor de R$730,500,00. O certame integra o Ciclo Carnavalesco da Prefeitura do Recife, sendo realizados pela Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife.As agremiações estão divididas em quatro grupos: Grupo Especial, Grupo 1, Grupo 2 e Grupo de Acesso e desfilaram na Avenida Dantas Barreto, bairro de São José e na Avenida do Forte, no Cordeiro. Uma comissão julgadora analisa os desfiles e ficar atenta aos itens da composição artística obrigatória correspondente de cada agremiação. Os vencedores desfilam no ano posterior, no Marco Zero, durante os festejos carnavalescos.
Os grandes destaques foram a vitória da Gigantes do Samba e do Maracatu nação Encanto da Alegria como vencedores do grupo especial. Escola tradicional da Bomba do Hemetério, a Gigantes do Samba leva pra casa o prêmio de campeã pelo 11º ano consecutivo. Mais  jovem, o Maracatu Nação Encanto da Alegria rompeu paradigmas ao levar pra casa o prêmio de primeiro lugar após 20 anos em que as Nações Porto Rico e Estrela Brilhante do Recife se revezavam em primeiro lugar. Confira os resultados
Escolas de Samba – Grupo Especial
  1. Gigantes do Samba
  2. Galeria do Ritmo
  3. Pérola do Samba
Escolas de Samba – Grupo 1
  1. Unidos da Vila Escailabe
  2. Imperiais do Ritmo
  3. Rebeldes do Samba]
Maracatu de Baque Virado – Grupo Especial
  1. Encanto da Alegria
  2. Nação Porto Rico
  3. Cambinda Estrela do Recife

Maracatu de Baque Virado – Grupo 1
  1. Estrela Dalva
  2. Almirante do Forte
  3. Gato Preto

Clube de Bonecos – Grupo Especial
  1. O Menino do Pátio de São Pedro
  2. Boneco Seu Malaquias
  3. O Garoto da Ilha do Maruim
Clube de Bonecos – Grupo 1
  1. Raissa do Frevo
  2. Garota da Ilha do Maruim
Clube de bonecos – Grupo 2
  1. Meca no Frevo
  2. O sapateiro
  3. Dona Xoxo
Clube de Bonecos – Grupo de Acesso
  1. O Filho do Homem da Meia Noite
Caboclinhos Grupo 1
  1. Cahetes (Goiana)
  2. Taquaraci
  3. Tupinambá (Jaboatão)
Caboclinhos – Grupo 2
  1. Pena Branca de Goiana
  2. Tapuya Canidé (Goiana)
  3. Tayguara

Caboclinhos – Grupo de Acesso
  1. Paranaguases
  2. Tupi Guarani (Buenos Aires)
  3. Índio Brasileiro (Buenos Aires)
Troças – Grupo Especial
  1. Azulão na Folia
  2. Estrela da Tarde
  3. Estou aqui de novo
Troças Grupo 1
  1. Camisa Velha
  2. O bagaço é meu
Troças – Grupo 2
  1. Bacalhau do Beco
  2. Dragão de Campo Grande
  3. Maria do Frevo
Troças – Grupo de Acesso
  1. Formiga sabe que roça come

Clubes de Frevo – Grupo Especial
  1. Clube das Pás
  2. Bola de Ouro
  3. Girassol da Boa Vista
Clubes de Frevo – Grupo 2
  1. Coqueirinho de Beberibe
  2. Toreioro de Santo Antonio
  3. Lavadeiras de Areias
Tribo de Índios – Grupo Especial
  1. Índios Tabajaras (goiana)
  2. Orubá
  3. Índios Tupiniquins

Tribo de Índios – Grupo 1
  1. Tupi Nambá
  2. Canindé Brasileiro (Itaquitinga)
  3. Ubirajara
Tribo de Índios – Grupo de Acesso
  1. Onça Negra


Blocos de Pau e Corda – Grupo Especial
  1. Amante das Flores (Camaragibe)
  2. Com você no coração
  3. Com amor a você
Blocos de Pau e Corda – Grupo 1
  1. Madeira do Rosarinho
  2. Artesãos de Pernambuco
  3. Flor da Lira (Recife)
Blocos de Pau e Corda – Grupo de Acesso
  1. Bloco Lírico Flor Camará

Bois de Carnaval – Grupo Especial
  1. Boi Maracatu (Arcoverde)
  2. Boi Diamante
  3. Boi Mimoso da Bomba do Hemetério
Bois de Carnaval – Grupo 1
  1. Boi Misterioso (Limoeiro)
  2. Boi Sorrizo (Jaboatão)
  3. Boi Fantástico
Bois de Carnaval – Grupo 2
  1. Boi Treloso
  2. Boi de Arcoverde
  3. Boi Manhoso
Bois de Carnaval – Grupo de Acesso
  1. Boi Milagroso
  2. Boi Estrelinha
  3. Boi Chaturo


Ursos – Grupo Especial
  1. Urso Branco do Cangaçá (São Lourenço da Mata)
  2. Urso Cangaçá (Água Fria)
  3. Urso do Ovão
Ursos – Grupo 1
  1. Texaco
  2. Panda
Ursos – Grupo 2
  1. Urso do Vizinho
  2. Urso polo sul
  3. Urso Milindroso de Joana Bezerra

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Prefeito Geraldo Julio: “Fizemos neste ano o maior Carnaval da nossa história"

Com mais de 1,6 milhão de visitantes, o Carnaval do Recife em 2018 se destacou como o maior da história da capital pernambucana. Uma verdadeira multidão colorida de foliões passaram pelos 44 polos de folia, se divertiram e sentiram de perto a essência da cultura popular pernambucana. Nesta Quarta-Feira de Cinzas (14), o prefeito Geraldo Julio apresentou em coletiva de imprensa, no Paço do Frevo, o balanço do verdadeiro carnaval de rua do Brasil. Ele aproveitou o momento para agradecer ao folião, maior protagonista do festejo de Momo.
 
"Fica um sentimento de muita alegria. A gente teve o maior público do nosso Carnaval, com mais de 800 blocos e 2.700 apresentações nos polos oficiais. Fizemos neste ano o maior Carnaval da nossa história, com 1,6 milhão pessoas que foram brincar nas ruas da cidade. Então, fica o nosso agradecimento aos artistas, à imprensa, aos patrocinadores, aos parceiros e, sobretudo, ao folião, que mais uma vez fez um belíssimo Carnaval no Recife", afirmou o prefeito. 
 
Neste Carnaval, foram registradas 300 mil pessoas a mais do que o ano passado, totalizando 1,6 milhão de foliões em todos os polos da cidade. Destaque para a segunda-feira, quando mais de 300 mil pessoas foram ao Marco Zero, que teve na sua programação Devotos, Natiruts, Skank e Nando Reis. Nos Polos de Bairro, a Várzea registrou mais de 120 mil pessoas, também na segunda de Carnaval, com Nação Zumbi, Eddie e Academia da Berlinda. No dia anterior, no mesmo polo, 15 mil pessoas se reuniram paras apresentações como Lenine, Ave Sangria, Geraldo Azevedo e muito mais. Na Lagoa de Araçá, outro recorde de público com 10 mil na programação encabeçada por Nando Reis.
 
A movimentação turística também trouxe números expressivos. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Pernambuco, registrou-se no período 97% de ocupação na rede hoteleira do Estado. A secretária de Turismo do Recife, Ana Paula Vilaça, detalhou os resultados durante a coletiva. De acordo com a titular da pasta, o Aeroporto Internacional dos Guararapes recebeu 126 voos extras, um crescimento 24,4% em relação ao ano passado, chegando a 300 mil passageiros. O Terminal Integrado de Passageiros (TIP) também registrou um aumento de 10% em relação ao Carnaval do ano passado, chegando a 200 viagens extras. "É motivo de orgulho os números relacionados ao Turismo. A ocupação hoteleira neste período impacta diretamente na cadeia produtiva do setor, nos hotéis, nos bares e restaurantes, nos taxistas. A gente fez uma série de ações para receber bem esse turista e para ele ter contato com o nosso Carnaval e nossa tradição desde a chegada à cidade", contou Ana Paula. 
 
Para verificar o sentimento do turista com o Carnaval do Recife, a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Recife encomendou uma pesquisa ao Centro Integrado de Pesquisas e Comunicação (Cipec). Os dados apontam que 94,7% dos entrevistados consideraram a festa ótima e boa. Outros 97,5% responderam que pretendem voltar para brincar o Carnaval na cidade. O resultado da pesquisa reforça o sucesso do Carnaval em suas principais características de festa popular, de rua e democrática.
 
O presidente da Fundação de Cultura Cidade do Recife, Diego Rocha, observou que 99% das atrações que se apresentaram na cidade são de origem local, o que reforça a cultura da cidade. "Nosso Carnaval tem essa mesclagem de artistas, a gente mais de 99% de artistas da terra. A nossa cultura é muito rica e a gente consegue com eles fazer um grande Carnaval. Essa mistura com apresentações de artistas de fora também é importante para que eles levem a nossa cultura para lá e a gente quer um Marco Zero equilibrado, temos a noite do Samba, do Pop-Rock, do Frevo", explicou Rocha. 
 
Em todo o Carnaval, foram 761 apresentações de agremiações. Nos polos montados na Praça do Arsenal, Rua da Moeda e Marco Zero, foram mais de 128 shows. Na área de mobilidade, também houve incremento nos números na comparação com 2017. O Expresso da Folia transportou este ano 47,6 mil passageiros, um aumento de 62,4% em relação ao ano passado, quando 29,3 mil pessoas usaram o serviço. A Central do Carnaval recebeu 440 mil visitas, cerca de 20% a mais do que em 2017 e os Estacionamentos gratuitos disponibilizados na Prefeitura do Recife e no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e no Tribunal Regional Federal (TRF) tiveram a maior procura desde que o serviço começou a ser disponibilizado com 18.612 veículos atendidos.