terça-feira, 28 de outubro de 2014

SpokFrevo confirmada no Rock In Rio Las Vegas



O grupo pernambucano divide o palco com artistas pop como Bruno Mars, Taylor Swift e Ed Sheeran

Crédito: Marcelo Barreto/Divulgação
O Maestro Spok e a SpokFrevo ganharam o mundo. A sinfonia está confirmada no Rock In Rio Las Vegas, em 2015. O grupo pernambucano divide o palco com artistas pop como Bruno Mars, Taylor Swift e Ed Sheeran.

A SpokFrevo está em turnê pelos Estados Unidos, que ganhou, no último final de semana, matéria no The New York Times. Na crítica dos shows, elogios ao virtuosismo dos músicos e à escolha do repertório, que contou com clássicos do frevo de Nelson Ferreira, Hamilton de Holanda.

Esta é a segunda vez que a SpokFrevo faz um giro pelos EUA. O grupo pernambucano esteve lá em março de 2012, onde fiz cinco apresentações (Nova York, Houston, Miami, Austin e Purchase). A nova turnê tem incentivo do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura).

Na volta ao Brasil, o grupo começa a se preparar para o lançamento do documentário Sete Corações, de Andrea Ferraz, sobre os mestres do frevo, que chega ao Cinema São Luiz ainda em novembro, no dia 21.

Em 2015, a SpokFrevo se apresenta no palco Rock Street Brazil, dividindo o espaço com Leo Gandelman e Bossacucanova. O preço dos ingressos e a data dos shows ainda não foram divulgados.

Fonte: http://www.pernambuco.com/

Prefeitura do Recife recebe inscrições de atividades culturais para o Carnaval 2015

Até o dia 24 de novembro interessados podem enviar propostas que passarão por seleção para integrar o calendário da festa de Momo

Blocos de frevo, maracatus e grupos de mascarados estão entre as atividades que devem estar entre as propostas selecionadas / Foto: Hélia Scheppa/ JC Imagem

Blocos de frevo, maracatus e grupos de mascarados estão entre as atividades que devem estar entre as propostas selecionadas

Foto: Hélia Scheppa/ JC Imagem

Até o dia 24 de novembro ficam abertas as inscrições para a seleção de propostas de atividades artísticas e culturais que vão integrar a programação do Carnaval 2015. Promovido pela Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Cultura do Recife (Secult), da Fundação de Cultura Cidade do Recife (FCCR) e da Secretaria de Turismo e Lazer do Recife, as propostas são avaliadas por duas comissões: uma Documental e outra Artística - que vai tomar a decisão final da seleção. 
Os interessados podem se inscrever por meio do endereço www.culturarecife.com.br. Devem ser verificadas as exigências que constam no regulamento, disponível na página da Secretaria de Cultura no site da Prefeitura. Postos credenciados na sede do Cais do Apolo, no Bairro do Recife, estão à disposição para eventuais dúvidas que surgirem sobre as inscrições.
Bandas, clubes de frevo, blocos de pau e corda, troças, clubes de boneco, maracatus de baque virado, de baque solto, caboclinhos, tribos de índio, bois de carnaval, la ursas, escolas de samba, grupos de mascarados, blocos afro, de samba, afoxés, orquestras de frevo, grupos de percussão, grupos de dança, orquestras de pau e corda, e várias outras manifestações que seguem a linha de valorização artística da cultura local, devem compor a programação do evento do próximo ano, após a seleção. 
A relação com todos os habilitados para contratação será divulgada no dia dois de dezembro, no Diário Oficial do Recife. Através do endereço eletrônico inscricaofccr@recife.pe.gov.br ou pelos números 3355-4551 e 3355-4601, outros esclarecimentos podem ser prestados.

Sete corações é uma bela homenagem aos mestres do frevo

Filme de Dea Ferraz é também uma celebração ao Carnaval


“Uma coisa a que Zumba, Nelson Ferreira, Capiba, não tiveram direito”, comentário do maestro Edson Rodrigues, depois de assistir ao documentário Sete corações, uma das atrações de hoje do Janela Internacional de Cinema, às 11h, no Cine São Luis. O filme de Dea Ferraz reuniu sete veteranos maestros, também mestres do frevo, sob a batuta do maestro Inaldo Cavalcanti de Albuquerque, o atuante Spok, que vai explicando o quê, como e porquê de registrar as histórias e imagens de cada um deles. 

Clóvis Pereira, Guedes Peixoto, Nunes, Ademir Araújo, Duda, Jose Menezes, e o citado Edson Rodrigues, são os maestros. A linha mestra do documentário é a criação de um frevo-de-rua, a partir de um tema inicial desenvolvido por todos eles, até formar um novo frevo, batizado, pelo maestro Menezes de Sete corações: “É um filme que nasceu diferente. Spok segue no filme uma ideia dele, que foi transformada em roteiro assinado por mim, Gabriel Mascaro, Eric Laurence”, explica a diretora Déa Ferraz.

Um filme que deve lembrar a muitos premiado Buena Vista Social Club, de Wim Wenders (1999), É certo que Sete corações comunga de semelhanças superficiais o dc de Wnders, principalmente nas cenas em que aparece o maestro Nunes, com imagens das centenárias ruas dos Coelhos, onde funciona sua escola de música. Mas para por ai. O filme de Dea Ferraz não é nostálgico. Muito menos tirou da obscuridade músicos de um passado remoto, injustamente esquecidos. Uns mais, outros menos, os sete maestros ainda estão em evidência, senão eles, sua obra. O maestro José Menezes (falecido no ano passado, aos 90 anos), deixou composições, que são obrigatórias em qualquer repertório de frevo. Todos têm aposentadoria, vivem, uns mais, outros menos, confortavelmente. O filme de Dea Ferraz é u mensaio sobre o frevo.

Sete corações enquanto mostra a composição em progresso, com Spok cerzindo, num arranjo, os trechos criados pelos maestros, vai-se desfiando um debate sobre o o gênero musical frevo. Cada maestro expõe seu ponto de vista sobre o tema. Para Guedes Peixoto, por exemplo, o frevo é funcional. Ele o fazia para anmare os passistas nos salões dos clube sociais. O comentário é feito, enquanto se mostra na tela uma bailarina num palco, em passos estilizados e calculados, exatamente o contrário do que acontece na rua, onde o passista improvisa, ad lib, sua coreografia. Corta para Spok ouvindo Duda, um de seus mestres (é inclusive casado com uma neta dele), afirmar que o frevo de hoje não é mais festa, é show. Exatamente o que se propõe Inaldo Cavalcanti com a sua Spokfrevo Orquestra (ele está nos Estados Unidos na segunda turnê americana da SFO),

Paralelamente à construção da composição, Déa Ferraz mostra a construção do Carnaval. Dos camelôs nas estreitas ruas do Bairro de São José, que assistiu às primeiras orquestras e passistas no começo do século passado, à montagem da decorção, acertos de marchas de blocos líricos. Convergindo a narrativa para o apoteótico final, no terceiro dia de Carnaval, no Marco Zero, com os maestros no principal palco da folia recifense, enquanto o maestro Spok dirige a orquestra que executa, pela primeira vez em público a composição coletiva Sete corações.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Comunidades já podem solicitar apoio para o Ciclo Carnavalesco 2015

Os ofícios devem ser encaminhados à Fundação de Cultura Cidade do Recife até o dia 9 de janeiro.

A Prefeitura do Recife iniciou o recebimento de solicitações de apoio das comunidades para o Ciclo Carnavalesco 2015. Os interessados devem encaminhar os ofícios para a Fundação de Cultura Cidade do Recife – FCCR, até o dia 9 de janeiro. Podem ser solicitados tablados, banheiros químicos, carros de som, além de orquestras de frevo.

No ofício deve constar a data, ponto de saída e encerramento do bloco, endereço com ponto de referência e o tipo de apoio que está precisando, bem como, os contatos do responsável pelo evento. O documento deve ser entregue à Fundação de Cultura, no 15º andar do prédio sede da Prefeitura do Recife. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Informações pelo telefone: 3355-8196.

domingo, 19 de outubro de 2014

SpokFrevo Orquestra faz segunda turnê pelos Estados Unidos

O estilo musical mais pernambucano de todos ganha espaço em importantes palcos norte-americanos. A SpokFrevo Orquestra inicia no dia 19, série de nove shows nos Estados Unidos. A primeira apresentação ocorre em Boston, no palco da Berklee Performance Center, que faz parte da famosa escola de mesmo nome. O último concerto se dará no Sheldon Concert Hall, em Saint Louis, no dia 2 de novembro.

Esta é a segunda vez que a SpokFrevo faz um giro pelos EUA. O grupo pernambucano esteve lá em março de 2012, onde fiz cinco apresentações (Nova York, Houston, Miami, Austin e Purchase). A nova turnê tem incentivo do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura).

“Estamos indo em casas de espetáculo que sempre sonhamos em tocar. Se você entrar no site do Lincoln Center (Nova York), vai ver que os ingressos estão quase todos vendidos”, comemora Gilberto Pontes, saxofonista e um dos sócios da orquestra. O convite para tocar na respeitada sala novaiorquina partiu de Wynton Marsalis, trompetista norte-americano de jazz. O grupo fará quatro shows no Lincoln.

“Já existia um namoro dele com a gente desde a nossa participação no Festival de Jazz em Massiac (em 2010), França, quando ele foi o curador”, lembra Pontes. Além dos 17 integrantes da SpokFrevo, viajam também mais cinco pessoas da equipe de produção e a técnica. “É o time completo. Fazemos sempre questão de viajar com todos os músicos. Isso até nos causa alguns problemas para viajar pelo Brasil. Recebemos muitos convites, mas nem todos se dispõem a bancar o conjunto completo”, expõe Gilbeto.

O repertório das apresentações será baseado no Ninho de vespa, disco lançado no ano passado. “Fechamos contrato com uma gravadora dos Estados Unidos (Motéma Music, com sede em San Francisco) e que além de lá, vão distribui-lo mundialmente”, conta.

Ninho de vespa conta com composições e a própria participação de autores de “fora” a exemplo de Jovino Santos Neto, Nelson Ayres, Hamilton de Holanda. A dupla Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro é responsável pela criação da música que dá nome ao álbum. Entre os artistas pernambucanos presentes em composições do disco, estão Beto Hortiz (Capibarizando), Nelson Ferreira (O que Nelson gostou) e César Michelles (Pipocando).
Entram ainda no relação as faixas inéditas Moraes é frevo, Spokiando Capibarizando e Nino o pernambuquinho. Composta por Matias da Rocha e Joana Batista, em 1909, o clássico do carnaval pernambucano Vassourinhas também será executado. No próximo ano, a SpokFrevo Orquestra grava novo disco e realiza turnê pelo Brasil, com apoio do programa Petrobras Cultural.
Agenda da USA Tour 2014 da SpokFrevo

19/10 - Boston (US), Berklee Performance Center
21/10 - University Park (US), Pennsylvania State University
24/10  – New York (US), Jazz at Lincoln Center (2 concerts: 7pm and 9.30pm)
25/10 – New York (US), Jazz at Lincoln Center (2 concerts: 7pm and 9.30pm)
30/10 – Iowa City (US), Englert Theatre
31/10 – Lamoni (US), Graceland University
02/11 – Saint Louis (US), Sheldon Concert Hall

FONTE: DIÁRIO DE PERNAMBUCO

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Carnaval do Recife vai homenagear Eduardo

Renata e Eduardo Campos no Carnaval do ano passado.
Crédito: Nando Chiappetta/DP/D.A Press
Da coluna João Alberto
O prefeito Geraldo Julio decidiu e deve anunciar nos próximos dias. O grande homenageado do carnaval do Recife será Eduardo Campos. Um ato da maior justiça, pois o ex-governador era um grande folião, sempre prestigiou as principais agremiações e em todos os dias circulava por vários pontos do estado, sempre em companhia de Renata e dos filhos, usando camisas especiais com toque da folia.