quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Galo da Madrugada anuncia detalhes sobre alegorias do desfile 2018

Galo da Madrugada divulgou, na manhã desta quarta-feira (24), os detalhes das alegorias que sairão às ruas no tradicional desfile no sábado de Zé Pereira, no dia 10 de fevereiro.
O 41º desfile, que celebra o 40º aniversário da agremiação, homenageará o jornalista Francisco José e saudará os compositores, os antigos carnavais e às principais manifestações culturais de Pernambuco.

Mantendo o número de outros carnavais, o desfile contará com seis carros alegóricos, criados pelo cenógrafo Ary Nóbrega, além da presença de 72 fantasias, produzidas pelos carnavalescos Francisco Câmara e Anderson Gomes. Com o tema Galo: 40 anos promovendo o folclore e a cultura pernambucana, os detalhes das alegorias remetem os saudosos carnavais de rua. Confira os detalhes:
Os Clarins e as Trombetas - O primeiro carro do cortejo trará os clarins e as trombetas, no total de 12 músicos, que anunciam a chegada do Galo da Madrugada. As fantasias de Passistas e Destaques representam o fogo, a “fervura” do frevo! Que incendeia os foliões no cortejo do desfile do Galo da Madrugada.
Abre-alas/Galo da Madrugada – O segundo carro será composto por 12 fantasias, dando destaque para os dez passistas e dois palhaços. “As fantasias anunciam a chegada do Galo da Madrugada em homenagem aos seus significativos 40 anos. Os trajes dos passistas e destaques representam o fogo, a fervura, o nosso frevo! O intuito é incendiar os foliões de alegria ao longo do desfile”, pontua Francisco Câmara.
Carnavais do Passado – Alegoria marcada pela singularidade das memórias das décadas de 1970 e 80: música, fotografias e vídeos. “Nessa época, o cortejo do Galo ainda não tinha carros alegóricos, e os foliões, de maneira espontânea, se fantasiavam para apreciar o desfile”, explica Anderson Gomes. Para tal, a tentativa foi retratar o temas, as cores e a diversidade de criações carnavalescas ao longo da avenida. Entre tantos fantasiados, teremos personagens como Pierrot, Colombinas, Arlequim, Melindrosas e outros.
Pernambuco de todos os Carnavais – Caboclinho, maracatus rural e nação, bumba meu boi, cavalo Marinho, Caretas de Triunfo, Papangus de Bezerros e passistas de frevo. Esses são alguns dos fortes elementos da cultura pernambucana que fazem alusão as fantasias que compõem este carro, representando o cartão-postal do litoral ao sertão.
Grandes Compositores – A criação dos 15 trajes deste carro corresponde aos compositores de Frevo que tocaram ao longo dos 40 anos do surgimento do Galo. “Algumas das indumentárias, como "cagado e cuspido" trecho de Paisagem do Interior, de Jessier Quirino, fazem alusão à época na qual a canção foi lançada. Contudo, de modo bem-humorado e carnavalesco, as figuras de linguagens aqui ilustram poeticamente aquilo que somente os nossos ouvidos e imaginação conseguiam enxergar”, explica o carnavalesco Anderson Gomes.
Galo no Brasil e no Mundo – O encerramento do desfile de alegorias homenageia os estados que aderiram o Carnaval estilo Galo da Madrugada, com direito a multidões e frevo, preservando o ritmo pernambucano. “Essa manifestação atravessou fronteiras continentais e chegou ao Canadá com o Bloco Galo na Neve. As fantasias representam estes locais onde está sendo divulgada a cultura pernambucana”, explica Chico Câmara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário